Nacional

Governo reprime os professores, enquanto destrói a Escola Pública. A luta pela sua defesa é de todos os trabalhadores!

A luta dos professores tem dado que falar, quando por todo o país os protestos e greves se sucedem todos os dias. Que reivindicações têm? Que novidades há nesta luta? O que está por trás da destruição da educação pública? Que impacto tem para os trabalhadores dos restantes setores? Quais os motivos da inflexibilidade contra aquele que é um dos maiores protestos dos últimos anos? É para responder a estas questões que este artigo pretende contribuir.

Raça & Classe

Xenofobia explora, agride e mata em Portugal

O mês de fevereiro foi marcado por dois casos flagrantes de xenofobia e racismo em Portugal: em Olhão, quando um grupo de adolescentes foi filmado a agredir um imigrante nepalês, roubando-lhes os pertences, e na Mouraria, quando um incêndio vitimou dois migrantes do Bangladesh e feriu outros 14, num rés-do-chão onde viviam 22 pessoas (!).

ESPECIAIS Nacional

Especial Habitação: As responsabilidades do PS no estado da habitação em Portugal

O descaramento de António Costa parece não ter limites quando, em meio de uma crise brutal na habitação, escreve um artigo de opinião para o jornal Público a reafirmar as políticas de habitação do PS dos últimos 10 anos. Mas se o PS esteve à frente da Câmara de Lisboa durante 14 anos até 2021 e está no Governo nacional há 8 anos, o que nos trouxe até aqui?

Internacional

Declaração: Lições de um ano de guerra na Ucrânia. Só a classe operária pode conduzir à vitória

A Quarta Internacional deve compreender inequivocadamente a enorme importância da questão ucraniana não apenas no destino do Leste e Sudeste europeus mas da Europa em seu conjunto. Trata-se de um povo que demonstrou sua viabilidade, numericamente igual à população da França e que ocupa um território excepcionalmente rico e, ademais, da maior importância estratégica. A questão do destino da Ucrânia está levantada em todo seu alcance. Faz falta uma consigna nítida e e definida, que corresponda à nova situação. Em minha opinião, há na atualidade uma só consigna: Por uma Ucrânia Soviética de operários e camponeses, unida, livre e independente…

(León Trotsky, A Questão Ucraniana, 22 de abril de 1939)

Internacional

Terramoto Turquia/Síria: Tragédia é agravada por governos déspotas

Os terramotos que causaram mais de 20 mil mortos na Turquia e na Síria não foram os únicos responsáveis pela tragédia ocorrida no dia 6 de fevereiro. Os governos desses dois países contribuíram para a agravar, chefiados, respetivamente, por Recep Tayyip Erdogan e Bashar Hafez al-Assad‎. Segundo a imprensa, o primeiro ordenou o bombardeamento do Curdistão sírio e o segundo fez o mesmo em regiões da Síria controladas pela oposição ao seu regime, poucas horas depois do terramoto.

A NOSSA CLASSE Internacional

Mobilização histórica contra a reforma previdenciária na França: o que segue?

Com 1.120.000 manifestantes anunciados/as pelo Ministério do Interior, e mais de 2 milhões de acordo com a CGT, o primeiro dia de mobilização contra a nova reforma previdenciária, convocada pelas 8 centrais sindicais do país, foi muito forte, com manifestações em mais de 250 cidades. O novo projeto da Macron pretende fazer com que a idade legal (mínima) de aposentadoria passe de 62 para 64 anos e antecipar a extensão do período de contribuição para 43 anos (já decidido durante a reforma do governo Hollande), para 2027 ao invés de 2035. Muitos/as ativistas nunca tinham visto tanta gente nas ruas antes. Temos que voltar às mobilizações de 2006 contra o “Contrat Première Embauche”, ou mesmo às de 1995 contra a reforma previdenciária do governo Juppé, para encontrar elementos de comparação, dependendo da cidade. O feedback dos sindicatos anunciava um êxito, mas não nesta escala.